Anuncie Aqui Topo 728x90

Guardas municipais de São Pedro da Aldeia são capacitados para utilização de armas não-letais

Curso, promovido por equipe de instrutores da GM-Rio, capacitou agentes aldeenses para o manuseio de pistolas elétricas, gás lacrimogêneo e spray de pimenta.

Por Redação. em 21/12/2020 às 08:44:53

Gra√ßas à uma parceria inédita com a Guarda Municipal do Rio de Janeiro, S√£o Pedro da Aldeia agora conta com mais um grupo de guardas municipais treinados e habilitados para operar pistolas elétricas e equipamentos espargidores de agente qu√≠mico, como spray de pimenta e g√°s lacrimog√™neo, também chamados de Instrumentos de Menor Potencial Ofensivo (IMPO). Com a capacita√ß√£o técnica fornecida pela GM-Rio, os agentes aldeenses est√£o autorizados a utilizar os dispositivos, projetados para conter, debilitar ou incapacitar pessoas, minimizando danos à sua integridade.

Na Corpora√ß√£o j√° existem alguns guardas treinados e formados por outras institui√ß√Ķes, mas essa especializa√ß√£o, ministrada no próprio munic√≠pio, foi resultado da assinatura de um Termo de Coopera√ß√£o Técnica com a GM-Rio. "Para nós, foi uma honra receber o corpo de instrutores da GM-Rio, que s√£o refer√™ncia dentro do Estado. Essa Coopera√ß√£o que firmamos tem uma validade de doze meses. Ou seja, n√£o só esse curso que a gente pode buscar, mas também outros no sentido de capacita√ß√£o. É um ganho muito grande n√£o só para a GM, mas para toda a popula√ß√£o, que vai ter um agente mais capacitado para atuar nas ruas", destacou o comandante da Guarda Municipal de S√£o Pedro da Aldeia, Maur√≠cio Souza.

Os guardas municipais receberam os certificados das m√£os do instrutor Andrew Walker de Deus Amaral, do Grupamento de Opera√ß√Ķes Especiais (GOE) da Guarda Municipal do Rio de Janeiro e do Diretor de Recursos Humanos e Inspetor Regional da GM/Rio, Gilson Pereira Bento. A solenidade contou com a presen√ßa do comandante da GM de S√£o Pedro da Aldeia, Maur√≠cio Souza, e o secret√°rio de Seguran√ßa e Ordem P√ļblica do munic√≠pio, Jorge Ribeiro.

No munic√≠pio, o uso de armas n√£o-letais pelos agentes da GM est√° regulamentado desde 2018 pela Lei Complementar n¬ļ 154, mediante prévia capacita√ß√£o. Em 2019, através de emenda do Ministério da Justi√ßa, a Prefeitura adquiriu seis pistolas elétricas, modelo Spark Z 2.0, mas os equipamentos estavam em desuso, acautelados na Secretaria de Seguran√ßa e Ordem P√ļblica. "Agora, com esse curso, os nossos agentes est√£o certificados para utilizar o armamento com toda a seguran√ßa e treinamento necess√°rio", complementou o comandante.

A pistola Spark é um dispositivo elétrico incapacitante que emite, à dist√Ęncia, pulsos elétricos que atuam sobre o sistema neuromuscular, causando desorienta√ß√£o, fortes contra√ß√Ķes musculares e queda do indiv√≠duo, permitindo a incapacita√ß√£o tempor√°ria do agressor. Seu uso segue rigorosos protocolos operacionais previstos na doutrina de uso progressivo da for√ßa, em conformidade com as normas e princ√≠pios de atua√ß√£o da Guarda, estabelecidos pela Lei n¬ļ 13.022/2014.

Comunicar erro

Coment√°rios